Julio Urrutiaga Almada
Só voa quem de céu é feito
CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos

Sapocidio


A dama ameaça o rei.
A chuva prende os soldados.
Concentro no alcool, eu sei,
E a música liberta condenados.

Daqui parto para outro mundo
Portal dos portais, suado balcão:
Olhos de um prisma profundo
A luz flerta com o som.

Vim para beber a semana
O caldo de vida com os amigos
É sagrada essa lida profana

Prazer é servir aos sentidos
O melhor da carne humana,
Nos olhos: inocentes, não: proibidos.

Do Livro Poemas Mal_Ditos

PS - Poema dedicado ao Bar do Sapo(Largo da Ordem - Curitiba-PR). Não é um Bar, é um portal para outra dimensão.

http://bardosapo.blogspot.com/
Julio Urrutiaga Almada
Enviado por Julio Urrutiaga Almada em 22/02/2007
Alterado em 22/02/2007
Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Caderno de Ontem R$15,00
Em um mapa sem Cachorros R$15,00
Instantâneo Enlace R$20,00
O amor é um precipício do Cão R$15,00
Poemas Mal_Ditos R$15,00