Julio Urrutiaga Almada
Só voa quem de céu é feito
Capa Textos Áudios E-books Perfil Livros à Venda Livro de Visitas Contato Links
Textos
Talvez eu não mais a encontre
Talvez eu não mais a encontre
e seja desta forma o tempo nosso açoite.
Esvaziada a ampulheta tida como minha
e a tua ainda siga respirando outros caminhos.
Quem sabe a partida ou o esvaziar não seja linha
um círculo enredado em nossa forma de avistar os dias.
quem sabe eu queira um recomeço e lançe as mãos para
contar o tempo com o inverso da ampulheta. Areia e silêncio
desenharão o estar de minha mão em teu detido tempo
ou no reter da esperança de alheias vidas que interceptam
o roçar suave da solidão que tenho na carícia que anseias.

Do Livro Instantâneo Enlace
Julio Urrutiaga Almada
Enviado por Julio Urrutiaga Almada em 26/02/2009
Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
Caderno de Ontem R$20,00
Em um mapa sem Cachorros R$20,00
O amor é um precipício do Cão R$20,00
Poemas Mal_Ditos R$20,00