Julio Urrutiaga Almada
Só voa quem de céu é feito
Capa Textos Áudios E-books Perfil Livros à Venda Livro de Visitas Contato Links
Textos
Te entrego a deus Curitiba
Cidade que sempre nos Pariu
pra dentro
Moro na Rua
Chuta quem nela Mora
Água fría no teu sono
É o nosso calor umano
A vida é mercadoria
Para quem nao vale um osso
Que é duro de roer
Com a morte até o pescoco
Curitiba nao me consola
A nossa senhora nao dá luz
Desconheco com quem falo
Só há luz na indiferenca apagada
Cantar a cidade
E esquecer quem sofre
É a cruel sinfonía da nobreza
Sustentada por gente que morre
De pobre.

 
Julio Urrutiaga Almada
Enviado por Julio Urrutiaga Almada em 29/02/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
Cinquenta R$29,00